O FBI investigou membros do Wu-Tang Clan por dois assassinatos em 1999

1398315385_wutang_96

Documentos recentes mostram que o FBI investigou os membros do Wu-Tang, RZA e Raekwon, por dois assassinatos no ano de 1999.

Os arquivos apareceram em um caso federal de dois detentos de State Island, Anthony e Harvey Christian, que em outubro passado foram considerados culpados de orquestrar um império de drogas de 20 anos no bairro Clifton. O júri também condenou Anthony culpado de organizar o assassinato de um jovem de 17 anos chamado Jerome “Boo Boo” Estella.

Estes documentos são de grande importância para os irmãos, cuja sentença está chegando, pois eles podem fornecer provas em contrário. De acordo com o State Island Advance, os documentos mostram que Estella, junto a outro homem, Corey “Shank Bank” Brooker, podem ter virado alvos após terem roubado familiares de RZA e Raekwon.

Agora, o advogado de Anthony, Michael Gold, está insistindo que todos os arquivos relevantes da polícia sobre o possivel envolvimento de membros do Wu seja entregue, na esperança que eles possam inocenta seu cliente. Ele sustenta que os relatórios alegam que Estella foi morto a mando dos membros do grupo, com vingança pelos roubos. Gold tem olhos sobre um arquivo em particular, um documento de cem página sobre Ol’ Dirty Bastard, lançado em 2012 e fortemente redigido.

“Estes relatórios parecem sugerir que outra pessoa era responsável por esses assassinatos. Eu não estou sugerindo que os rappers do Wu- Tang cometeram esses crimes. Mas o FBI sim,” disse Gold ao Advance. “O que estou tentando deteminar é a declaração oficial no arquivo que os rappers ordenaram o homicídio.”

Mês passado, os promoteres responderam com uma apresentação que descreve todas as informações que Gold enviou no período de julgamento. Com o Advance relata, “Os promotores federais entraram com documentos para provar, que, de fato, os rappers tinham envolvimento com o assassinato de Estella, para os advogados de defesa antes do julgamento começar.” Essa informação foi baseada em depoimentos de Brian Humphreys, ex-membro dos Bloods que virou informante da polícia, e foi quem real atirou em Estella.

“Umas semanas antes de Boo Boo ser morto, Uncles (apelido do traficante que virou informante, Paul Ford), disse a Humphreys sobre um membro dos Bloods chamado Boo Boo que havia recém saído da cadeia,” diz o arquivo. “Ele revelou com Boo Boo havia roubado o irmão mais novo de RZA e que estava metido em algo com os irmãos Christian.”

“Uncles falou com Boo Boo e disse que ele tinha acabado de voltar para casa e roubado familiares de RZA e que eles viriam cobrá-lo por isso. Humphreys acredita que Uncles estava falando sobre membros do Wu.”

Além disso, os arquivos dos promotores mencionam algumas conversas entre um informante que respondia pelo nome de Ford, Humphreys e Anthony Chrisitan, sobre Brooker. De acordo com os documentos, Ford dissse que Brooker havia roubando o irmão de RZA e o primo de Raekwon, e que RZA havia colocado um preço de U$30.000 dólares pelo assassinato de Brooker.

“Ford alega que ele ouviu que Booker havia sido morto por Phife. Ele acredita que Phife pegou a grana de RZA pelo assassinato”, continua o documento.

O Raplogia irá mantê-los informados sobre qualquer nova atualização sobre o caso.

Deixe uma resposta

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s