É Nois Mermo: Madvillain por Nataniel Vilanova!

Já faz 11 anos desde o lançamento do memorável Madvillainy. Lançado oficialmente em 23 de março de 2004 pela Stones Throw Records, o álbum solidifica uma das melhores, senão a melhor, parceria do hip-hop de todos os tempos, entre Madlib e MF DOOM.

 

Extremamente bem recebido pela crítica, Madvillainy foi aclamado pelos principais sites relacionados à música nos Estados Unidos, tais como, Pitchfork, AllMusic, Metacritic, Rhapsody, além de obter um bom sucesso comercial, alcançando a posição 179 no US Billboard 200. Mas a principal marca de Madvillainy fica por conta de sua musicalidade, nos trazendo uma nova forma de enxergar o hip-hop. Totalmente desprendida de estereótipos, suas batidas trazem a percepção de que Madlib e DOOM não tiveram nenhum receio em experimentar. Com instrumentais que nos fazem viajar para dentro do underground, onde visualizamos produções que utiliza elementos do jazz, soul, rock, blues. Faixas como All Caps, nos fazem sentir sentados em frente à TV em uma manhã qualquer assistindo a um desenho animado de super herói. Curls que trás um sample espetacular de Waldir Calmon. America’s Most Blunted,nos remete ao rock com uma guitarra com um tom mais blues ao fundo, além de contar com a participação de Quasimoto (alter ego de Madlib), foi uma das primeiras faixas a ser divulgada e aconteceu aqui no Brasil, enquanto Madlib participava do Red Bull Music Academy, em novembro de 2002. Foi também no Brasil onde as faixas Strange Ways e Rhinestone Cowboy (que possuí sample da Maria Bethânia) foram gravadas.

O álbum possui 22 faixas e os 46 minutos de duração passam imperceptíveis, tamanha é a sincronia entre uma excelente produção de Madlib e uma lírica de MF DOOM, que traz um tom sombrio, psicodélico e às vezes calmo ao álbum.

Madvillainy foi, e sempre será, um dos maiores álbuns já criados na história do hip-hop, que marcou por trazer uma musicalidade diferente daquilo que, até então, havia sido criado, e fez com que as pessoas observassem um pouco o cenário fora da mídia.

Enfim, não poderíamos esperar menos de dois monstros como DOOM e Madlib, esperamos que parcerias desta qualidade sempre aconteçam, não só no hip-hop, mas em todo universo da música.

Nataniel Vilanova Arozi
Santa Cruz do Sul – RS

Quer mandar sua matéria para o Raplogia?! Basta clicar aqui e seguir as instruções.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s