Dose Semanal: Gutter Water – Gangrene

Direto do esgoto.

The Alchemist e Oh No, relíquias do underground, são Gangrene. O nome faz sentido. É um trampo indigesto, meio torto meio lindo. Não foi feito para pessoas de estômago fraco e cabeça fechada.

Quando eu falo sobre a sonoridade de Gangrene, estou falando de um Oh No (irmão mais novo do Madlib) de beats quebrados, recortes estranhos, colagens de filmes e etc. unida ao Alchemist, que dispensa explicações. A dupla assumiu muito bem o caráter experimental que esse projeto propunha (imagino eu que propunha) sem deixar de criar alguns Bangers.

Particularmente, eu gosto de como esse projeto é “nojento”. A capa é nojenta, o som é sujo, cuidadosamente poluído, as rimas são pra baixo. É um projeto dark e isso é muito charmoso. Os sortudos que adquiriram esse álbum ainda ganharam um pôster das profundezas.

Esse disco, lançado em 2010, é o segundo trabalho da dupla, que hoje já conta com 7 nas ruas. Os dois se revezam nas produções e nas rimas. Quando isso não é suficiente chamam caras como Raekwon, Planet Asia, Evidence, Guilty Simpson e alguns outros para ajudar.

Se aguentarem o baque, ouçam o disco todo e partam para os próximos trabalhos da dupla. Recomendo que escutem isso a noite, faz muito mais sentido.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s