Yo Gotti, de Memphis para o mundo

Quando Yo Gotti surgiu no cenário do rap sob o nick de Lil ‘Yo’ em 1996, com a tape “Youngsta’s on a Come Up“, talvez muita gente não botasse fé que o garoto de 15 anos consolidaria sua carreira e se tornaria uma estrela da Dirty South.

1996 - Lil Yo - Youngsta's on a Come Up (Cassette)

Nascido em Memphis, Tennessee, no ano de 1981, Mario Mims escolheu o nome artístico de Yo Gotti em clara referência ao notório gangster ítalo-americano John Gotti:

John Gotti

De contrato assinado com o selo Inevitable, Gotti lançou seus dois primeiros álbuns, “From Da Dope Game 2 Da Rap Game” de 2000 e “Self-Explanatory” de 2001. Ambos os discos não fizeram grande barulho, mas a caminhada de Gotti estava apenas começando.

2000 - Yo Gotti - From Da Dope Game 2 Da Rap Game

2001 - Yo Gotti - Self-Explanatory

Posteriormente Gotti fecha com a TVT Records e lança mais dois álbuns, “Life” de 2003 e “Back 2 Da Basics” de 2006.

2003 - Yo Gotti - Life

2006 - Yo Gotti - Back 2 Da Basics

Em “Back 2 Da Basics” Gotti alcança bons números nas paradas de sucesso, e as colaborações com grandes nomes do jogo se tornam cada vez mais frequentes. Aqui temos Lil Wayne, Birdman, Bun B, 8Ball e Jazze Pha, entre outros. Notado pelas majors, Gotti fecha com a gigante RCA, subsidiária da Sony, lançando, em 2012, o disco “Live from the Kitchen“:

2012 - Yo Gotti - Live From the Kitchen

Atingindo a posição nº 12 no Billboard 200, “Live from the Kitchen” traz colaborações de rappers como Rick Ross, Jadakiss, 2 Chainz, Big K.R.I.T., Big Sean, Wale, Wiz Khalifa, Gucci Mane, Trina e Nicki Minaj, além de produtores quentes como Drumma Boy, Lex Luger e Mike Will Made It.

cmg

Em 2013 Gotti funda o seu próprio selo, CMG, que no início significava Cocaine Muzik Group e depois mudou para um nome mais politicamente correto: Collective Music Group. Atualmente a CMG conta os seguintes afiliados: Jordan Hollywood, Snootie Wild, Wave Chappelle, Zed Zilla e Blac Youngsta.

Gotti continua com a Sony, mas ao invés da RCA, quem distribui seus álbuns agora é a Epic Records (que também trabalha com a Bad Boy do Puff Daddy, a Freebandz do Future e a We the Best do DJ Khaled). Os dois próximos álbuns de Yo Gotti seguem num sucesso crescente, alcançando posições cada vez melhores nas paradas.

2013 - Yo Gotti - I Am

I Am” de 2013 traz featurings de J. Cole, Rich Homie Quan, T.I., Meek Mill, Ne-Yo, Wale, Young Jeezy e YG. O disco alcança a posição nº 7 no Billboard 200, e os singles “Act Right” e “I Know” ganham certificado de ouro.

2016 - Yo Gotti - The Art of Hustle

Enfim chegamos a fevereiro de 2016, quando Yo Gotti lança seu mais recente álbum, “The Art of Hustle“. O disco debuta em quarto lugar na Billboard 200, e alcança o primeiro lugar da Top R&B/Hip-Hop Albums da Billboard. Nas colaborações, Lil Wayne, E-40, Timbaland, Future, Pusha T e 2 Chainz. O single “Down in the DM” faz bastante sucesso nos clubes, e seu video-clip no YouTube já passa das 50 milhões de visualizações. Com muito bom humor e participações de Cee-Lo Green, Machine Gun Kelly e DJ Khaled, o clip merece ser conferido:

Yo Gotti pode não ser o rapper mais talentoso, nem ter as melhores letras ou o flow mais sinistro, mas é sem dúvida um grande batalhador do rap, e um dos sujeitos mais bem entrosados do jogo.

jay gotti

Meek Mill, DJ Khaled, Jay-Z, Yo Gotti, Puff Daddy e Rick Ross

Não podemos deixar de destacar também as mixtapes de Yo Gotti. São 19 trampos em 9 anos, ou seja, uma média de 2 mixtapes por ano. Juntando com os álbuns, resulta num número absurdo de músicas. A maioria das mixtapes pode ser baixada gratuitamente no site Dat Piff.

Lista completa de mixtapes:

– Full Time Hustlin’ (2006)
– I Told U So (with DJ Drama) (2006)
– Cocaine Muzik (2008)
– Definition of a G (with Gucci Mane) (2008)
– CM2 (2009)
– Cocaine Muzik 3 (2009)
– Cocaine Muzik 4 (with Zedzilla) (2010)
– Cocaine Muzik 4.5 (Da Documentary) (2010)
– CM5 (White Friday) (2010)
– CM6 (Gangster of the Year) (2011)
– January 10th (The Mixtape) (2011)
– CM7: The World Is Yours (2012)
– Nov 19th: The Mixtape (2013)
– Chapter One (with CMG) (2014)
– Concealed (2015)
– The Return of Cocaine Muzik (2015)
– The Return of Cocaine Muzik Pt. 2 (2015)
– The Return (2015)
– CM8 (2015)

Adendo: Yo Gotti possui dois hits em sua carreira que não entraram para nenhum álbum ou mixtape: “Errrbody” e “Rihanna (Ft. Young Thug)“.

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s