Month to Month: os lançamentos de Maio

Mais uma vez estamos na área com o resumão do mês. Maio foi pouco movimentado em questões de lançamento, diferente de Abril, porém, há projetos bastante consistentes de artistas poucos conhecidos.

Para ler os posts de outros meses, clique aqui. Abaixo começamos a lista de Maio.

EUA

DISCOS

Mistah F.A.B. – Son of a Pimp 2

600x600xCover_front-1024x1024.jpg.pagespeed.ic.wLXBGFSR3t

O rapper de Oakland lançou no mês passado a sequência direta para o trabalho Son of a Pimp, de 2005. Com colaborações de peso como Kendrick Lamar, Crooked I, Jadakiss, Raekwon, Snoop Dogg, Too Short e muito mais, Mistah F.A.B. traz um dos discos mais subestimados do ano.

Son of a Pimp 2 é um dos melhores discos que você provavelmente não irá ouvir – ou vai, caso siga o nosso resumão.

Havoc & The Alchemist – The Silent Partner

havocxthealchemistthesilentpartneralbumartwork

Alchemist surgiu no cenário durante os anos noventa, consagrando-se como produtor da dupla Mobb Deep. The Silent Partner é uma espécie de dívida do produtor com o rapper Havoc, que traz um dos seus melhores trabalhos. Prodigy, Method Man e Cormega estão no disco.

Masta Ace – The Falling Season

0007215234_10

O rapper do Brooklyn não lançava um disco solo desde 2004, quando colocou nas ruas A Long Hot Summer. Nesse trampo, o rapper volta no tempo e conta histórias vividas durante 1980 e 1984, quando estava no ensino médio.

Chuck D, Cormega, AG, Your Old Droog e Torae são algumas das colaborações do disco inteiramente produzido por KIC Beats.

Outros lançamentos: Afroman – Happy to Be Alive; Aloe Blacc & Rhettmatic – Circa 2004: Blaccmatic; Ampichino & Young Bossi – Cop Heavy Gang (Lost Work); Astronautalis – Cut the Body Loose; Berner, Lil Evil & Aftah Sum – Public Enemies; Blueprint – Vigilante Genesis; Bobby Brackins – To Live For; Boosie Badazz – Bleek Mode (Thug in Peace Lil Bleek); C-Dubb and Hollow Tip – Mercenary Mobb Muzik; CaShis – Ca-$; Copywrite – Blood Bath and Beyond; Danegurous – Divine Tyrant; Death Grips – Bottomless Pit; DTach – The World is Aflame; Eff Yoo – The Eff Word; Equation – Children of the Corn; Frank Nitt – Asphalt Runways; Gucci Mane – Free Gucci: The Release [Compilation]; Homeboy Sandman – Kindness for Weakness; Kevlaar 7 – A Beautiful Soul; King Harris – Nightmare on Wolff St.;Lee Majors & Cousin Spook – Stoner Music; Mark Battles – Before the Deal; Mozzy & Stevie Joe – Extrac; Open Mike Eagle & Paul White – Hella Personal Film Festival; Rittz – Top of the Line; ScienZe – Good Food; Sincerely Collins – The Legend of the Phoenix; T-Nutty and I-Rocc – Hustlas Convention; Webbie – Savage Life V; Young Noble x Deuce Deuce – The Code.

EPs e Mixtapes

Kevin Gates – Murder For Hire II

kevin-gates-murder-for-hire-2

Depois do ótimo Islah, Kevin Gates entrou em briga com a sua gravadora, que o impediu de lançar outro disco no ano de 2016, ele aproveitou para dar sequência a mixtape do ano passado, Murder For Hire.

O segundo volume da série de mixtapes contém oito faixas de tremenda qualidade, provando que Gates é um nome a ser observado no cenário. Há apenas uma colaboração, a de OG Boobie Black, na faixa 4.

Chance the Rapper – Coloring Book

image-12

A mixtape de Chance The Rapper é a terceira de sua carreira, e com certeza a mais esperada delas. Agora consagrado como um grande nome no cenário, o rapper esperou três anos para um novo projeto solo e a espera valeu a pena.

Repleto de participações, Coloring Book faz o que o disco de Kanye West, The Life of Pablo, não fez: usar bem o gospel. São 14 faixas com puro talento.

Meyhem Lauren – Piatto D’Oro

meyhem-lauren

Meyhem é parceiro de Action Bronson e está em inúmeros projetos do artista do Queens. Com maior nome graças a essas participações, ele lança nova mixtape: Piatto D’Oro, um trabalho que traz um boombap com grandes inspirações nas viagens que ele e a sua trupe faz para o programa Fuck, That’s Delicious.

Poucas colaborações (Bronsolino e Roc Marciano são duas delas) e grandes nomes nas produções é a fórmula do projeto que deu muito certo.

Outros lançamentos: Belly – Another Day in Paradise; Birdman & Jacquees – Lost at Sea; Bryan Ford & Killah Priest – For the Future of Hip-Hop (EP); Casey Veggies – Customized Greatly 4; Chevy Woods – The Freemix; Curren$y – The Legend of Harvard Blue; Eric Bellinger – Eventually; FKi 1st – First Time for Everything, Pt. 1 (EP); Kidd Kidd – Rappers Worst Nightmare 2; Jooba Loc – Only Way; Key! – Before I Scream; Le$ – E36: Techno Violet (EP); Lil Duke – Uber; London Jae – Pain Killer; Montana of 300 – Fire in the Church; Post Malone – August 26th; Que – Lost Dawg (EP); Ralo & Young Scooter – The Dream Team; Ras Kass – Refresher Course; Rocko – Wordplay Tw; Shawty Lo – Built Not Bough; Smoke DZA – George Kush Da Button 2 (Don’t Pass Trump the Blunt); Snoop Dogg Presents The Return of DoggyStyle Records; SpaceGhostPurrp – Blackland Radio 666 Pt. 2 Episode 1; $uicideboy$ – Grey Sheep II (EP); Traxamillion – The Trapp Addict (EP); Trinidad James – Trappy Mothers Day (EP); Trouble – Skoobzilla; Turk – Young N Thuggin 2; The Underachievers – It Happened in Flatbush; Vee Tha Rula – From the Jump; Westside Gunn & Conway – Don’t Get Scared Now (EP); Young Dolph, Jay Fizzle & Bino Brown – Bosses & Shooters; Young Dro – Phoenix; Young Dro & Zaytoven – Boot Up.

BRASIL

DISCOS

Criolo – Ainda Há Tempo

Brasil - Criolo - Ainda Há Tempo

Em 2007, quando ainda se chamava Criolo Doido, foi lançado o disco Ainda Há Tempo. Nove anos depois, e após um álbum (Nó na Orelha) que redefiniu sua carreira, Criolo volta para revisitar seu trampo de estreia. Das 22 faixas presentes no original, foram selecionadas 8, que ganharam novos beats (em produções arrojadas que vão de Papatinho do Cone Crew a Tropkillaz, com direção musical do Daniel Ganjaman) e tiveram os vocais regravados, incluindo leves alterações em algumas letras. Nas participações apenas Rael e DanDan, que substitui Bastardo do SNJ na Até Me Emocionei. O disco pode ser baixado gratuitamente no site do Criolo.

TAVN – A Correria Continua

Brasil - TAVN - A Correria Continua

E o prêmio de melhor trap nacional do ano (até o momento) vai para… TAVN! O disco de estreia do rapper capixaba é a grande surpresa de maio. Mostrando que o trap pode ser versátil, indo do suave e melódico ao pesado e sombrio, TAVN apresenta um disco muito bem produzido, com flow, letras e beats de alto nível. Detalhe que o próprio TAVN produz 4 das 11 faixas e suas batidas estão entre as melhores do trampo. O disco pode ser ouvido na íntegra no YouTube.

Outros lançamentos: Aspecto Áudio – Último Inverno Sem Respostas; Família FN – Dos Muros aos Mics; Gueto Organizado – Legado 1; Jé Versátil – Até Aqui Me Ajudou o Senhor; Sigavante – Consentimento.

MIXTAPES & EPs

ProjetoNave – Remix (Mixtape)

Brasil - Projeto Nave - Remix (Mixtape)

Próximo de completar 20 anos de atividade, o coletivo ProjetoNave decidiu lançar uma mixtape dupla com 48 faixas. Ao todo são 45 convidados, que incluem DJs, beatmakers e MCs como Emicida, A.X.L., Sombra, Síntese, Pac Div (EUA), Amiri, SPVIC [Haikaiss] e Elo da Corrente. Todos com liberdade para desconstruir as músicas, re-editá-las, remixá-las, etc. O resultado final é bastante original, propondo novos rumos sonoros para o rap brasileiro. A mix pode ser baixada gratuitamente no site do ProjetoNave.

Camaradas Camarão – CatchAFire CamCam (Mixtape)

Brasil - Camaradas Camarão - Catch a Fire Cam Cam (Mixtape)

Em janeiro entrevistamos os cariocas do Camaradas Camarão e eles prometeram uma mixtape antes do aguardando álbum de estreia “Continuo Chapado”. E como promessa é dívida taí a “CatchAFire CamCam”, trazendo 6 singles e 7 faixas inéditas. O som reflete as influências diversas do grupo e o espírito underground carioca, indo do boom bap ao trap de forma equilibrada e consistente. A mix pode ser ouvida na íntegra no YouTube.

Free-Z – O Descendente (Mixtape)

Free Z - Capa

Direto de Sobral, a 200 km de Fortaleza, vem o jovem Free Z, ex-integrante do grupo D.N.R. Em sua mixtape de estreia, “O Descendente”, temos 10 faixas de sonoridade moderna, flertando com uma linha de trap mais melódica. O flow lembra um pouco o Don L, no melhor estilo Fortal. Contém participações de C.Magrão, Eduardo Xavier [Fortal La Mafia] e Uzone. Vale a pena conhecer! A mix pode ser ouvida na íntegra no YouTube.

Outros lançamentos: Coyote – 5 Pesos (EP); D.D.H. – Direto do Hospício (EP); Dozarbeats – + 5 dB de Ganho (EP); TheGusT MC’s – 5 Pontos de Vista (EP); Nathy MC – Que Mina é Essa? (EP); niLL – Negraxa (EP); Quepar Gang – Nem Precisa Gritar (EP); Zaca de Chagas – Roleta Russa Facial (EP); ZERO97 – Segue a Saga Pt. 1 (Mixtape).

FRANÇA

DISCOS

Kalash – Kaos

França - Kalash - Kaos

No rap francês existem três Kalashs, um grupo, um rapper underground (Kalash l’Afro) e este em questão. Supostamente todos eles vem da abreviatura de Kalachnikov, a popular arma automática de origem soviética. Nascido na colônia francesa de Martinica, Kalash apresenta em seu terceiro álbum uma belíssima mistura de trap com dancehall (seu estilo de origem), somado a influência de música caribenha. A mescla de cantos e rimas, tanto em dialeto como no francês, resulta num vocal único e impressionante. Grande disco! Confiram alguns clips do artista em seu canal oficial no YouTube.

Jarod – Caméléon

França - Jarod - Caméléon

Ex-integrante do grupo L’Institut, Jarod chega ao seu terceiro e melhor álbum até agora, “Caméléon”. O nome do disco é também o seu apelido. Assim como um camaleão, Jarod adapta seu flow versátil e técnico a qualquer beat. Com um passado turbulento incluindo um tempo atrás das grades, Jarod utiliza sua vivência para elaborar letras bastante lúcidas sobre si e sobre o mundo. O canal oficial de Jarod no YouTube possui vasto material, incluindo trampos anteriores na íntegra.

Alonzo – Avenue de Saint-Antoine

França - Alonzo - Avenue de Saint-Antoine

Um dos segredos do rap francês ser tão diferenciado são as diversas origens de seus rappers. Os pais de Alonzo, por exemplo, são dos Comores, um arquipélago localizado na costa oriental da África. Essa mistura de africanos, árabes, caribenhos, etc., no Hip Hop francês dá um sabor único para o seu rap. Integrante do Psy 4 de la Rime, um dos principais grupos de lá, Alonzo chega ao seu quarto álbum. Trap + influências latinas + peso + melodia. Dezenas de videoclipes podem ser vistos no canal oficial de Alonzo no YouTube.

Sch – Anarchie

França - SCH - Anarchie

Sch vem de Schneider, seu primeiro pseudônimo no rap. Vendendo mais de 68 mil cópias de sua mixtape de estreia, “A7”, em 2015, seu debut-album sai pela Def Jam / Universal e desde seu lançamento tem sido o disco de rap mais vendido na França. As bases são calcadas no trap, mas o diferencial fica por conta de seu flow e delivery, visceralmente poéticos. Vale a pena conhecer o trabalho deste rapper em ascensão meteórica. Vários clipes podem ser assistidos em seu canal oficial no YouTube.

Outros lançamentos: Djadja & Dinaz – On s’promet; Dooz Kawa – Bohemian Rap Story; FK – Purple Kemet; GLK – Murder; Kekra – Vréel; MSA; 2 Pieds Dans Le Binks; Senamo, Seyté & Mani Deïz – Trois Fois Rien; Ywill – Livre D’or

MIXTAPES & EPs

Jones Cruipy – Rêve Européen (Mixtape)

França - Jones Cruipy - Rêve Européen (Mixtape)

Das mixtapes francesas lançadas em maio que conseguimos ouvir, a que mais chamou atenção foi esta, a terceira de Jones Cruipy. Trap pesado, gangsta e de rua, na mesma pegada dos traps do sul dos EUA, sem deixar de possuir o lado melódico tão característico do melhor rap francês. A mix pode ser baixada gratuitamente no site Haute Culture e diversos videoclipes podem ser vistos no YouTube.

Outros lançamentos: Agrüm – PM3 (Mixtape); Di Meh – Shine (Mixtape); Hood Gang – Cornersquad (Mixtape); Keny Arkana – Ptat d’Urgence (EP); Le KLVN – Brownie Dubz Gang (Mixtape); KPoint x Raiders – Rois Dans L’arène (Mixtape); Mani Deïz – Comme Les Autres (EP); Niro – Or Game (Mixtape); PSO Thug – Demoniak (Mixtape); U$K¥ – Mojo (EP).

OUTROS PAÍSES

ÁFRICA DO SUL

Die Antwoord – Suck on This (Mixtape)

África do Sul - Die Antwoord - Suck on This (Mixtape)

Ninja e Yo-Landi estão de volta! A dupla de rap-rave está na ativa desde 2008 mas foi em 2014 que eles conquistaram o mundo com o disco Donker Mag, que atingiu números altos em charts de diversos países. O clipe de Ugly Boy, por exemplo, já passa dos 60 milhões de views! O sucesso foi tanto que eles foram parar até em Hollywood, onde protagonizaram a ficção científica Chappie, ao lado de Hugh “Wolverine” Jackman. Prestes a lançar um novo álbum intitulado We Have Candy, a mix Suck on This serve como aperitivo, trazendo algumas faixas inéditas e remixes de sucessos anteriores, como a ótima Pitbull Terrier. É possível ouvir a mix no YouTube.

ALEMANHA

Kontra K – Labyrinth

Alemanha - Kontra K - Labyrinth

De 2007 pra cá Kontra K já lançou 5 álbuns, 2 colaborativos, 4 mixtapes e 5 EP’s. O rapper não para e seu mais novo trabalho, Labyrinth, sai apenas 15 meses depois de seu penúltimo disco. Com um instrumental variado, que não se prende a estilos fixos, mas possuindo uma sonoridade mais eletrônica, Kontra K explana seus pensamentos e suas críticas sociais, utilizando uma linguagem pictórica que os conhecedores do idioma alemão poderão pintar em suas mentes. Para quem busca um rap diferenciado, esta é uma opção e tanto. Confiram o canal oficial de Kontra K no YouTube.

ITÁLIA

Izi – Fenice

Itália - Izi - Fenice

Izi, o fenômeno. É assim que a mídia italiana tem se referido a este talentoso rapper de apenas 20 anos, que após três mixtapes (nas duas primeiras com o nome de EazyRhymes), fechou com a Sony e lançou seu debute, Fenice. O título faz menção a Fênix, já que Izi quase morreu de diabete um ano e meio antes do disco. O fato de usar autotune em sua voz (um artifício que ele não usava em suas primeiras mixtapes) é o único ponto discutível, que pode afastar alguns fãs, mas seu flow e delivery transmitem uma emoção genuína e são muito bem trabalhados, assim como as ótimas produções (numa pegada trap melódica). O disco inteiro foi disponibilizado no YouTube, assim como 3 videoclipes.

REINO UNIDO

Skepta – Konnichiwa

Reino Unido - Skepta - Konnichiwa (1)

Como explicamos na Month to Month de abril, o estilo Grime tem dominado o Hip Hop na Inglaterra e Skepta vem fazendo um barulho enorme. Não é tão comum rappers do Reino Unido fazerem sucesso em outros países, e agora Skepta faz parte de um time seleto, ao lado de nomes como Professor Green, Dizzee Rascal, Tinie Tempah e Chipmunk. Konnichiwa é seu quarto álbum, e conta com participações de A$AP Nast, Young Lord e Pharrell Williams, entre outros. Detalhe que Skepta possui um selo, BBK (Boy Better Know) e recentemente Drake fechou com ele, provavelmente para distribuir os trampos da OVO na Inglaterra. Inclusive os dois já rimaram juntos num som do Wizkid, e um dos singles de maior sucesso do Konnichiwa, Ladies Hit Squad, parece uma versão vitaminada do mega-hit Hotling Bling do Drake. Por enquanto apenas 3 clips de músicas do Konnichiwa foram produzidos e podem ser conferidos no YouTube.

 

4 Respostas para “Month to Month: os lançamentos de Maio

  1. Pingback: Month to Month: Setembro – Raplogia·

  2. Pingback: Free Z lança a música “Maravilha é Ser Feliz” | Raplogia·

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s