10 raps internacionais com samples brasileiros

A música brasileira é muito rica e muitas vezes nem percebemos isso. Não são poucos os casos de músicos que ganham maior reconhecimento fora do país e ficam muito famosos por lá. Dentro do hip-hop, inúmeros produtores valorizam  a música que vem do Brasil, a utilizando como sample em diversos sons.

Hoje o Raplogia traz cinco músicas em que algum sample nacional é bastante usado – e algumas pessoas nem notaram.

NxWorries (Anderson .Paak & Knxwledge) – “Link Up”

Sample utilizado: Cassiano – “Onda

Não é apenas o grupo Racionais MC’s que ouve o cantor Cassiano, o produtor Knxwledge também, e ele utilizou a clássica música “Onda” (1976) como alma da faixa “Link Up”, do seu projeto colaborativo com Anderson .Paak, Link Up & Suede (2015).

A música tem os vocais abafados, mas a essência está ali. Quem conhece o trabalho de Cassiano, facilmente reconhece o som. A dupla que usa a alcunha de NxWorries irá lançar novo projeto esse ano, será que teremos outro sample brasileiro?

Domo Genesis & The Alchemist – “All Alone”

Sample utilizado: Vanusa – “Prece dos Cáritas

Em 2012 o produtor The Alchemist juntou-se ao membro do Odd Future, Domo Genesis, para a mixtape colaborativa No Idols. O projeto saiu de maneira independente, com Alchemist cuidando de toda a produção do trabalho.

Conhecendo o produtor, sabíamos que ele utilizaria uma bela dose de samples, mas ele surpreendeu os brasileiros ao fazer do fundo da faixa “All Alone” um trecho da música “Prece dos Cáritas” (1977), da cantora Vanusa. Com algumas modificações fazendo os vocais ficarem mais agudos, notar o sample torna-se uma missão que fica para o fim da canção, onde o sample é mais limpo.

Madvillain – “Rhinestone Cowboy”

Samples utilizados: Maria Bethânia – “Mariana Mariana” & Maria Bethânia “Molambo

Madlib é um dos maiores produtores de hip-hop que já existiu, e um dos fatores que faz dele esse tamanho talento é o seu conhecimento musical. Não é qualquer um que conhece música como ele, e o seu sentimento pela nossa cultura sempre ficou explícito em alguns de seus trabalhos.

Em 2004 ele se uniu a MF DOOM para o incrível projeto Madvillainy, um dos melhores discos de hip-hop da década passada. A última música do projeto, “Rhinestone Cowboy”, tem um pouco de Brasil nela. Madlib utiliza dois samples da cantora Maria Bethânia no instrumental da faixa, fazendo desse conjunto, parte majoritária da produção. O produtor recorta elementos das músicas “Mariana Mariana” (1971) e “Molambo” (1968)

J. Cole – “God’s Gift”

Sample utilizado: Milton Nascimento – “Francisco

O rapper é também o produtor da música “God’s Gift”, parte integrante do disco Cole World: The Sideline Story (2011). Cole escolheu a dedo um sample do grande Milton Nascimento para a faixa do seu disco de estreia.

Utilizando a música “Francisco” (1976), J. Cole coloca um vocal de Milton durante toda a sua faixa, deixando um pouco mais agudo, fazendo a voz do cantor ficar irreconhecível.

N.A.S.A. – “Hip Hop”

Sample utilizado: Toni Tornado – “Me Libertei

A dupla de DJs tem um pé no Brasil devido ao fato de um dos membros ser ninguém menos do que Zé Gonzales. O conhecimento do produtor em nossa música é extenso, e ele mostra isso na faixa “Hip Hop”, do disco de estreia do N.A.S.A., The Spirit Of Apollo (2008).

A faixa que conta com a participação de KRS-One, Fatlip, e Slim Kid Tre traz como principal base um sample da música “Me Libertei”, do grande Toni Tornado. Parte do disco Toni Tornado (1971), a música divide espaço com o clássico “BR-3” nesse projeto. O funk de Tornado ficou incrível com vocais de KRS.

Hieroglyphics – “Oakland Blackouts”

Sample utilizado: Emilio Santiago – “Bananeira

O grupo de Oakland iniciou a carreira com o disco 3rd Eye Vision em 1998, e é nele que temos a faixa “Oakland Blackouts”, produzida por Opio e que utiliza muito dos drums da música brasileira “Bananeira” (1975), do mestre Emilio Santiago.

Black Eyed Peas – “Positivity”

Sample utilizado: Jorge Ben – “Cinco Minutos

É do início até o fim da música “Positivity” que Will.i.am utiliza inúmeros elementos de “Cinco Minutos” (1974), do grande Jorge Ben, como sample. A música fecha o disco de estreia do Black Eyed Peas, intitulado Behind the Front (1998).

Stalley – “Glass Garages”

Sample utilizado: Márcio Lott – “Tenha Juízo

Em sua mixtape The Laughing Introvert (2015) o rapper da MMG, Stalley, traz um punhado de canções bem produzidas, entre elas “Glass Garages”.

Thelonious Martin produz a música, que utiliza sample de “Tenha Juízo” (1973), do cantor Márcio Lott. Essa faixa foi trilha da novela Os Ossos do Barão, da Rede Globo. O recorte permanece durante todo o som de Stalley.

G-Unit – “Let It Go”

Sample utilizado: Cartola – “Preciso Me Encontrar

Don Cannon utilizou a música “Preciso Me Encontrar” (1976) de Cartola como principal sample da faixa “Let It Go” (2008) da G-Unit.

Com a participação de Mavado, a faixa que traz um sample como principal samba, acaba virando um reggae nas mãos do produtor da faixa. A música faz parte do disco T·O·S (Terminate on Sight) (2008).

Jigmastas – “C.C.S.”

Sample utilizado: Anna Mazzotti – “Bairro Negro

O grupo underground vindo do Brooklyn, Jigmastas, tem dois álbuns lançados durante toda a sua carreira – o último, intitulado Infectous, data de 2001.

Foi em seu último projeto que DJ Spinna e Kriminul buscaram um sample no Brasil. A música escolhida foi “Bairro Negro”, da cantora gaúcha Anna Mazzotti, falecida em 1988. Essa faixa inicia em bom português o som “C.C.S.” do grupo, e fica como base do boombap que vem sem seguida.

E assim terminamos mais um post. Muitas das informações de samples saíram do querido WhoSampled, que contém inúmeras informações técnicas de música. Qualquer sugestão de post, deixem nos comentários ou nas nossas redes sociais que elas serão analisadas com muito carinho. Não deixe de acessar o Raplogia diariamente!

5 Respostas para “10 raps internacionais com samples brasileiros

  1. O rapper NIKO IS que é brasileiro e mora nos EUA ten varias musicas com samples brasileiros..todas do produtor Thanks Joey

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair / Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair / Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair / Alterar )

Foto do Google+

Você está comentando utilizando sua conta Google+. Sair / Alterar )

Conectando a %s